terça-feira, 30 de setembro de 2008

Comida para todos

A Sony Pictures divulgou a constelação de estrelas que irá dublar seu novo animado, Cloudy With a Chance of Meatballs. O elenco é encabeçado pela bonitinha e engraçadíssima Anna Faris (de Todo Mundo em Pânico) e Bill Hader (de Segurando as Pontas). O desenho contará ainda com as presenças de James Caan, Andy Samberg, Bruce Campbell, Mr. T e Tracy Morgan.

Hader empresta sua voz a Flint Lockwood, um jovem inventor que sonha fazer algo para melhorar a vida de todos, e Anna para Sam Sparks, uma garota do tempo. Já James Caan será Tim Lockwood, o pai louco por tecnologia de Flint.

Escrito e dirigido por Chirs Miller (de Shrek Terceiro) e Phil Lord, a animação é baseada em livro infantil escrito por Judi Barrett e ilustrado por Ron Barrett. A história se passa na pequena cidade de Chewandswalow, um local comum, exceto pelo clima, que muda três vezes ao dia: no café da manhã, no almoço e no jantar.

Lá, a chuva não é feita de água, a neve não se parece com neve e nunca venta como em outros lugares. Coisas estranhas caem do céu como sopa e suco, neva purê de batata e, algumas vezes, venta hambúrgueres pela cidade. Certa vez, quando Flint Lockwood tenta resolver o problema da fome, o clima muda radicalmente e panquecas e massas gigantes começam a despencar sem parar na cabeça das pessoas.

Cloudy With a Chance of Meatballs será produzido em 3-D e deverá estrear nos cinemas em janeiro de 2010.

(shirley paradizo)

Abóbora assombra os Simpsons

O Dia das Bruxas para Os Simpsons nem sempre foi motivo de comemoração. Pelo menos para Homer e companhia, que precisam enfrentar as mais bizarras criaturas. A família de pele amarela já encarou mortos-vivos, alienígenas, vampiros, robôs assassinos, psicopatas, clones etc. Agora no especial de Halloween deste ano, os moradores de Springfield vão se transformar em personagens da turma de Charlie Brown, até mesmo o cenário vai lembrar a cidade de Snoopy. A história irá parodiar It's the Great Pumpkin, Charlie Brown (algo como É a Grande Abóbora, Charlie Brown).

Você deve estar pensando que encarar as criações do cartunista Charles Schulz parece algo inofensivo para quem já enfrentou tantos terrores nessas noites. Mas não é bem assim. Segundo o produtor executivo da série Al Jean, "a Grande Abóbora ganha vida e está muito triste com a maneira como as pessoas tratam os seus. Então, ela sai tentando matar todo mundo". Para piorar, Bart irá ganhar um presente de uma loja de 99 centavos, um Transformer. Ele e a Grande Abóbora vão tomar Springfield e lutar em todos os lugares", completa Al Jean.

E, como também não é fácil animar um episódio - leva quase um ano para que fique pronto -, o Halloween da temporada 2009 já está em andamento. A história será uma homenagem aos filmes de zumbis e apocalipse modernos. "Krusty faz um hambúrguer de carne de vacas contaminadas com a vaca louca. E acaba transformando todo mundo em zumbis", acrescentou Al Jean.

O episódio de Halloween deste ano vai ao ar na TV americana no dia 2 de novembro. Por aqui, ainda não há previsão para a estréia.

(shirley paradizo)

Programação teen

A partir do dia 1 de outubro, o Bloco Mini TV, que ocupava quase toda a parte da manhã e era dedicado às crianças em idade pré-escolar, deixa o grade do canal Boomerang. Em seu lugar, entram as séries teens, dando a esse público uma oportunidade a mais de acompanhar os episódios de H20, Meninas Serias, Rádio Livre de Roscoe, Galera do Surfe, entre outras. Já a faixa shoujo (animês voltados para as meninas) será mantida nos mesmos horários em que exibida. Assim, Sakura Card Captors, Nadja e Super Gatinhas continuam a ocupar seu espaço.

(shirley paradizo)

In memoriam: Paul Newman

Na última sexta, dia 26 de setembro, o mundo lamentou a morte do ator, diretor e amante de corridas Paul Newman. Com 83 anos de idade, ele lutava contra um câncer de pulmão, que há alguns meses passou a ser noticiado pela mídia.

O astro norte-americano atuou em mais de 60 filmes em cerca de 50 anos de carreira, até anunciar sua aposentadoria há pouco mais de um ano. Newman morava em Connecticut e deixa cinco filhas - três com Joanne Woodward e outras duas de seu primeiro casamento, com Jackie White.

Ele foi indicado ao Oscar de dez vezes e finalmente conquistou a estatueta de melhor ator em 1987, com A Cor do Dinheiro, no qual fez o mesmo papel pelo qual foi indicado ao prêmio em 1961, por Desafio à Corrupção. Um ano antes, em 1986, ele havia recebido um Oscar honorário pelo conjunto da carreira. Em 1994, voltou a ser premiado pela Academia, dessa vez com o Jean Hersholt Humanitarian Award, por seu trabalho com caridade - Newman estava se dedicando a trabalhos filantrópicos há bastante tempo e destinou cerca de US$ 250 milhões a diversos projetos no mundo todo.

Newman nasceu em 1925 em Cleveland, no estado norte-americano de Ohio, filho de um bem-sucedido comerciante de artigos esportivos. Seus primeiros passos como ator foram dados no colégio, em que participou de diversas peças teatrais. Depois de ser dispensado da marinha, Newman ingressou no Kenyon College e, em seguida, na Escola de Teatro de Yale. Já formado, o ator mudou-se para Nova York, onde freqüentou o famoso New York Actors Studio.

Com seu evidente “sex appeal” e olhos azuis penetrantes, Newman rapidamente conquistou papéis na televisão, nos palcos da Broadway, em Picnic (1953), e no cinema. Contratado pelos estúdios Warner, o ator estreou na telona em 1954, em O Cálice Sagrado. O filme, entretanto, por pouco não foi seu último. Ele considerou sua performance no épico tão ruim que publicou num jornal de grande circulação um pedido de desculpas ao público.
Seu trabalho seguinte no cinema foi bem melhor: Marcado pela Sarjeta, de 1956, conquistou a crítica internacional e elogios à atuação de Newman no papel do boxeador Rocky Graziano. A partir do fim dos anos 50, tornou-se um dos maiores astros de Hollywood , protagonizando campeões de bilheteria como Gata em Teto de Zinco Quente e O Mercador de Almas.

Nos anos 60, o ator confirmou seu sucesso em filmes como Desafios à Corrupção, Criminosos Não Merecem Prêmio, O Indomado, Rebeldia Indomável e Hombre. Mas seu trabalho mais memorável veio em 1969, quando estrelou Butch Cassidy – Dois Homens e um Destino, ao lado de Robert Redford. Na mesma década, também estreou como diretor e produtor. Em 1968, o astro dirigiu sua segunda mulher, Joanne Woodward, em Rachel, Rachel, que venceu o Globo de Ouro de melhor filme e foi indicado ao Oscar.

Já aos 77 anos, ele retornou às telas em Estrada para a Perdição, em que contracenou com Tom Hanks e Daniel Craig. O longa-metragem rendeu a Newman uma indicação ao Oscar de ator coadjuvante. Em 2006, o ator e diretor realizou seu último trabalho para o cinema, emprestando sua voz ao personagem Doc Hudson, na animação Carros, da Pixar.

Além da carreira no cinema, o ator também dirigiu carros de corridas e criou uma linha chamada de Newman's Own, da qual sempre se orgulhou e cujos lucros são integralmente destinados à caridade. Nos anos 90, Newman diminuiu o ritmo da carreira no cinema para se dedicar à fábrica de molhos e condimentos.

Sua morte foi divulgada apenas na manhã de sábado, pelo jornal The Oregonian e pela agência de notícias Associated Press.

* Fonte: site Globo.com

Estante: Speed Racer - O Filme

Speed Racer (EUA, 2008) · 135 minutos · Dirigido por Andy Wachowski e Larry Wachowski · Roteiro: Andy Wachowski e Larry Wachowski, baseado em série de TV criada por Tatsuo Yoshida · Produção: Grant Hill, Joel Silver, Andy Wachowski e Larry Wachowski · Música: Michael Giacchino · Elenco: Emile Hirsch, Nicholas Elia, Susan Sarandon, Melissa Holroyd, Christina Ricci, Ariel Winter, Scott Porter, Kick Gurry, Christian Oliver, John Goodman, Mark Zak, Paulie Litt, Matthew Fox, Hiroyuki Sanada

Ao adaptar o cultuado anime homônimo em longa-metragem live action, os festejados irmãos Wachowski (de Matrix) resolveram abusar da velocidade, cores e explosões num filme que traz referências visuais que remetem aos desenhos animados. Apesar de ser um tanto quando histérico, especialmente na questão estética, Speed Racer (R$ 44,90, Warner) é fiel ao visual da animação que o originou. Além disso, o filme desfila efeitos digitais capazes de dar velocidade e agilidade necessárias às cenas das corridas.

Baseado na série criada nos anos 60 por Tatsuo Yoshida, Speed Racer mostra as aventuras do jovem piloto Speed (Emile Hirsh) e seu potente carro Mach 5 nas pistas de corrida. Desde pequeno, o menino sempre se mostrou obcecado pelas corridas, reflexo direto da paixão nutrida por a família Racer. Pops (John Goodman), o pai, possui uma oficina mecânica e estimula seu filho mais velho, Rex (Scott Porter), a seguir com sua carreira no automobilismo.

Mas, quando uma fatalidade o mata na pista mais perigosa fora do circuito, a paixão do pai é ofuscada. O sucesso de Racer anos depois só faz com que toda a família - incluindo também a mãe (Susan Sarandon), o irmão mais novo Gordinho (Kick Gurry) e o sensacional chimpanzé de estimação da família (ele rouba a cena sempre que aparece) - envolva-se novamente nas corridas de velocidade com a paixão de antigamente.

No entanto, nem tudo são flores e reflexo do talento de Speed por trás de um volante. Ele tenta combater inescrupulosos empresários que querem lucrar com as corridas forjando resultados e comprando ganhadores, como o multimilionário Royalton (Roger Allam). Para isso, recebe a ajuda de sua namorada Trixie (Christina Ricci), do misterioso Corredor X (Matthew Fox, da série der TV Lost) e o jovem Taejo Togokhan (Rain, um ídolo juvenil na Coréia do Sul, mas relativamente desconhecido no mercado internacional, pelo menos até o lançamento deste filme).

O visual de Speed Racer é o que mais chama atenção. A direção de arte valoriza figurino, cenários e objetos de cores bem fortes, como nos desenhos originais. As cenas de corridas são eletrizantes e o mundo único criado no filme é de encher os olhos. São luzes, explosões e cores os componentes desta aventura completamente audaciosa, fantasiosa e divertida.

Speed Racer é um festival de caprichados efeitos especiais que enchem os olhos do espectador. Alguns - principalmente os mais velhos - podem sair cansados após tantos estímulos visuais, mas o longa é um deleite aos jovens espectadores, principalmente por serem acostumados às cores dos videogames. Afinal, muitas cenas do filme - principalmente as de corridas - parecem jogos eletrônicos. Leia mais sobre a série animada de TV aqui.

Extras: Gorducho nas grandes ligas!, Speed Racer: Sobrecarregado!

Indicação: a partir dos 10 anos

(angélica bito)

* A amiga jornalista Angélica Bito - de quem aprecio muito o trabalho - escreve para o site CineClick (um endereço bacana que traz críticas e informações sobre o universo cinematográfico)

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Jovens pilotos

Depois de fazer barulho mundo afora e receber um prêmio no Festival de Cinema de Veneza, o novo trabalho do renomado diretor Mamoru Oshii (de Ghost in the Shell) em breve pode aterrissar no Brasil. A Sony Pictures adquiriu os direitos de lançamento de The Sky Crawlers, previsto para o início de 2009, mas ainda não se sabe o animado ganhará as telas ou será comercializado apenas em DVD.

Baseado em uma série de cinco livros de Hiroshi Mori, o animê se passa em um futuro alternativo, onde jovens (chamados Kildren) pilotos de caças que combatem em uma guerra aérea criada por adultos. A animação foi feita pelo estúdio Production I.G., com roteiro de Chihiro Ito, desenhos de personagens de Tetsuya Nishio e música de Kenji Kawai.

(shirley paradizo)

Bichos digitais

O canal Jetix divulgou que, em 2009, irá estrear a série animada Digimon Data Squad. O animê está com a dublagem em fase de produção no tradicional estúdio Álamo. Quinta aventura dos "monstros digitais", traz como herói Daimon Masaru, um jovem que está na 8ª série e é líder de uma gangue conceituada no Japão. Seu pai, um grande pesquisador do mundo digital, está desaparecido. Ele encontra o monstro digital Agumon que é fugitivo da DATS, uma equipe do governo que investiga o "Mundo Digital".

Apesar das brigas, Masaru e Agumon se tornam grandes amigos. Unidos aos demais companheiros, Tohma H. Norstain, Fujieda Yoshino e outros membros da DATS, eles lutam para desvendar este universo digital.

Os Digital Monsters ou digimons são criaturas que habitam um universo paralelo, o "Mundo Digital" (Digital World). Eles possuem a habilidade de evoluir, chamada shinka. Com esse processo realizado, os poderes e a aparência dos digimons mudam. Já os Digi Escolhidos, grupos normalmente formados por crianças, acompanham os digimons na luta contra o mal em defesa do universo. Ao longo das temporadas da série (cinco até agora) o grupo das crianças sempre muda.

(shirley paradizo)

Literatura: O Namorado da Fada

Em 2006, o cartunista Ziraldo lançou O Menino da Lua, que contava a história de Zélen e seus amigos habitantes dos outros planetas do sistema solar. A obra obteve tanta procura de seu público infantil que o autor se prontificou a escrever um livro para cada planeta. E assim veio, no ano passado, A Menina das Estrelas, e agora O Namorado da Fada ou Menino de Urano (Melhoramentos, R$ 25).

A exemplo dos anteriores, este traz belíssimas ilustrações e um enredo interessante sobre um garoto que se apaixonou por uma fada. Além de contar a vida de Théo, as páginas revelam a vida e os sentimentos de uma fada e mostram que as bruxas tembém têm bom coração. Leia no post abaixo uma entrevista que fiz com Ziraldo na época em que chegava às prateleiras das livrarias O Menino da Lua.

(shirley paradizo)

Entrevista: Ziraldo

Ziraldo dispensa apresentação. Fundador de O Pasquim, famoso jornal dos anos 1960, e da revista humorística Bundas, o escritor, jornalista, chargista e quadrinhista, criou inúmeros personagens de quadrinhos inesquecíveis, como Mineirinho Comiquieto e Supermãe. Ainda na década de 1960, ele foi responsável pelo lançamento da primeira HQ brasileira feita por um só autor, a Turma do Pererê, que trazia em suas páginas as aventuras do personagem Pererê (um Saci) e sua turma da Mata do Fundão.

Em 1969, publicou seu primeiro livro infantil, Flicts, e, em 1980, O Menino Maluquinho, que, rapidamente, se tornou um fenômeno editorial. Nesta entrevista, ele fala sobre os 25 anos de Menino Maluquinho, o personagem mais querido da literatura infantil brasileira, e o novo livro, O Menino da Lua.

De onde veio a inspiração para criar O Menino da Lua? Como aconteceu o andamento do projeto?
Eu não sei quando uma história começa a surgir. Só sei que, quando ela ocorre, a gente deve anotar logo. O processo criativo pode estar na própria natureza, no cotidiano, na página de um jornal. Acho que inspiração é isso: você olha para uma coisa simples, corriqueira e diz: isso dá samba! Esse livro já estava há 10 anos na minha cabeça.

E Menino Maluquinho, como nasceu?
Quando eu saí de casa, queria ser desenhista de história em quadrinhos. Meu desenho sempre foi narrativo. Nunca fiz pintura. E eu fiz a revista A Turma do Pererê, que durou cinco anos. Isso foi em 1960. Agora vai ser reeditada. Com o Golpe de 64, a revista acabou, porque era muito nacionalista, tinha um coelhinho vermelho que não gostava de general... Aí, ajudei a fundar O Pasquim e passei a fazer charge política. Quando a ditadura acabou, o jornal ficou meio sem sentido. Então, disse para a editora se eles não queriam um livro para crianças, que eu tinha uma idéia ótima! Resumi a história para eles e adoraram! Larguei tudo e fui fazer livros infantis. O Menino Maluquinho me transformou em escritor de livro infantil e mudou minha vida.

O personagem completa 25 anos, vendeu milhões de exemplares e já virou peça de teatro, filme, história em quadrinhos, boneco e até videogame. E agora ganha uma homenagem especial...
É realmente aconteceu muita coisa com ele nesses anos todos e a homenagem vai ser um almanaque, feito por 25 quadrinhistas brasileiros. Cada amigo meu, Angeli, Mauricio de Sousa, Miguel Paiva, Caco Xavier, entre outros, desenhou uma página dupla da história, usando seu próprio traço. Quando foi concebida, eu não sabia nada da história, foi uma surpresa. Só sabia que eu iria aparecer nela, de cabelos brancos e tudo. Assim, o menino e o velhinho maluquinho ganharam essa homenagem.

Já pensou em fazer uma menina maluquinha?
Nunca pensei, não. Acho que não seria fácil criar essa menina. Quando se trata de um livro para crianças e você vai escrever sobre o sentimento de um menino, não dá para inventar muito. É preciso conhecer a alma do menino e eu não conheço a alma de uma menina, por assim dizer.

Qual é o segredo de escrever para crianças? Existe alguma fórmula?
Acho que é você ser o mais cúmplice possível delas. Tem de ser o menos complicado possível e nunca facilitar a vida do leitor. Eu converso com ele de igual para igual. Os meninos não acham que eu sou um mestre, mas um parceiro.

Você escreve livros tanto para adultos como crianças. Tem alguma preferência por algum deles?
Acho que num mundo ideal, a criança seria o centro de preocupação da sociedade. Um mundo de crianças felizes seria o futuro sonhado. Não faço proselitismo com meus livros infantis, não trato de temas políticos, não quero fazer a cabeça de ninguém naquela faixa de idade. Gosto de inquietar adultos acomodados e despertar as crianças para a alegria e o prazer que é ler com desenvoltura. Quer dizer, quando faço um livro, penso no quanto ele pode se transformar num objeto amado pelo leitor infantil.

E para qual público é mais fácil escrever?
Sempre defendo que, para criança, ler é mais importante do que estudar, como não poderia achar o mesmo em relação a todas as pessoas, independentemente de sua profissão ou idade? A leitura, qualquer uma, seja de livros, revistas, jornais e até bula de remédio, é uma viagem que o homem pode e deve fazer em busca do seu conhecimento. Os pais não têm idéia de como é importante a presença da literatura, de ler, na vida dos seus filhos. Qualquer um, livros de história, livros que contam casos, que despertam a curiosidade das crianças para a vida, para o mundo.

Com qual personagem você se identifica mais?
Meus personagens, em sua maioria, são o que em literatura se chama de um compósito. Não há uma mulher igual à Professora Maluquinha, por exemplo, assim como não existe um menino exatamente igual ao Menino Maluquinho. São figuras literárias. E literatura é uma espécie de imitação da vida. Quanto melhor a imitação, melhor a literatura. Os dois, apenas como exemplo, foram criados na base de “uma porção de coisas que eu sei deles”. As histórias da Professora Maluquinha, por exemplo, são, na sua maioria, verdadeiras. Cada uma delas acontecida com um professor ou professora diferente. Criei um montão de personagens, mas sou mesmo parecido é com a Supermãe, com certeza! Eu sou a verdadeira Supermãe, tenho muito dela ou ela de mim, como preferir.

Qual é a sua grande responsabilidade social como escritor?
No Brasil, tudo está por ser feito, então é preciso ter cuidado com o que se faz e se diz. Não se pode mentir ou enganar, pois se está falando com pessoas que estão ainda criando um país. A responsabilidade do cidadão existe como ser humano e não especificamente como escritor. Eu sempre carreguei bandeiras, como contra a ditadura militar, o Fernando Henrique, o Bush, a globalização, a corrupção, o desmatamento, a poluição das águas e por aí vai. Quando virei autor de literatura infantil, descobri que um artista, em um país como o Brasil, acaba fazendo de seu trabalho uma forma de missão. Escrever livros para um país sem leitores é meio complicado. Temos que tentar mudar esse panorama. Acho que um dos caminhos para um país melhor é fazer dele um país de leitores. E é o que eu tento fazer.

Por falar em ditadura militar, você chegou a ser preso?
Sim, três vezes, por expressar resistência ao regime militar. Somando tudo deu uns cento e poucos dias. Desenhei muito na prisão. Não fui torturado fisicamente, mas sofri todo tipo de humilhação. O motivo real das prisões nunca era muito claro: éramos detidos e passávamos um tempo ali sem muitas explicações. A impressão que tenho é que, às vezes, não éramos libertados logo porque não se sabia ao certo quem tinha mandado prender quem nem por quê.


Na sua opinião, como anda o mercado editorial no Brasil para o público infantil?
A história em quadrinhos está ficando cada vez mais cult. Antes era mais de massa e hoje é mais para quem gosta. Atualmente, tem muita coisa boa para atrair as crianças, antes só existia a HQ para se ler. Quando era menino, todo mundo lia quadrinhos. As crianças esperavam as edições como se espera o Messias. Hoje não, estamos em contato com o mundo permanentemente e quadrinhos é apenas mais uma opção. Na minha infância, essas revistas eram uma janela para o mundo, eram o único contato que tinha com leitura.

(shirley paradizo)

Estréia: Samurai X

Depois de uma versão com cortes exibida na Globo, Samurai X chega na íntegra pela primeira vez na TV brasileira - sem nadinha de censura. Inspirado em uma série de mangá homônimo criado pelo artista Nobuhiro Watsuki, o animê é ambientado nos primeiros anos da Era Meiji no Japãoe gira em torno de Kenshin Himura, um samurai que prometeu a si mesmo nunca mais matar. Depois de 10 anos vagando pelo Japão, ele encontra a jovem mestre espadachim Kaoru Kamiya. A dupla, junto com outros amigos, enfrenta os inimigos do passado negro de Kenshin.

Exibição: dia 29, segunda a sexta, 15h e 18h30, Animax

Indicação: a partir dos 16 anos

(shirley paradizo)

Estréia: R.O.D.

O canal Animax também estréia a série R.O.D., animê inspirado em mangá homônimo da dupla Kurata Hideyuki (história) e Yamada Shutaro (arte). A história gira em torno de uma garota aparentemente como qualquer outra, exceto pelo seu jeito completamente desleixado! Sua vida muda completamente quando ela encontra, acidentalmente, um livro místico que há tempos procurado por magos. A partir daí, ela e seus amigos começam uma luta contra esses seres malignos que desejam lhe roubar o poder da estranha obra.

Exibição:
dia 29, segundas, 17h30, Animax


Indicação:
a partir dos 16 anos


(shirley paradizo)

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Da minha coleção...



Realizado em 1975 pelo húngaro Marcell Jankovics (do estúdio Pannoniafilm), Sisyphus foi um dos nomeados para o Oscar de melhor curta metragem de animação. Inspirado no mito grego de Sísifo, o curta mostra todo o sofrimento e angústia do protagonista, por meio da perfeita junção entre a animação e o som.

(shirley paradizo)

De volta à África

Em 2005, um grupo de animais que foge do zoológico de Nova York para viver livremente em seu habitat natural, a África, conquistou o público do mundo. Dirigido por Eric Darnell e Tom McGrath, Madagascar arrecadou mais de US$ 500 milhões, tornando-se o terceiro maior sucesso da DreamWorks (perdendo apenas para Shrek 1 e 2) e a quinta maior animação de todos os tempos em Hollywood.

Com tanto sucesso, era de se esperar que o estúdio de Steven Spielberg investisse em uma continuação. Madagascar 2 - A Grande Escapada está chegando, com mais confusões, aventuras e muitas, muitas risadas. Dessa vez, o leão Alex, a hipopotámo Glória, a girafa Melman, a zebra Marty e trupe maluca de pinguins tentam voltar para casa em um velho avião, mas acabam sofrendo um acidente e caindo no meio da savana africana. Confira o trailer.



(shirley paradizo)

Muppets natalino

E os Muppets devem retornar em breve e com mais freqüência na telinha. A rede NBC anunciou que irá traze Caco e companhia de volta à tradição natalina com um especial de fim de ano chamado Letters to Santa: A Muppets Christmas (algo como Cartas para Papai Noel - Um Natal dos Muppets). Os personagens criados por Jim Henson aparecerão acompanhados om atores de verdade como Whoopi Goldberg, Tony Sirico, Steve Schirripa (de Família Soprano), Richard Griffths e Madison Pettis.

O novo filme vai se passar na véspera de Natal, quando Caco e seus amigos encontram, acidentalmente, três cartas endereçadas ao Papai Noel. Eles iniciam, então, uma desesperada corrida para realizar os desejos dessas crianças. As canções do filme serão assinadas por Paul Williams (do clássico Muppets Show) . Ainda não há previsão de lançamento por aqui.

(shirley paradizo)

Estréia: Renart - A Raposa

Robin Wood que se cuide, pois um bicho ruivo e esperto chega para ameaçar seu reinado. Renart, a Raposa é um famoso fora-da-lei que vive para ajudar os desfavorecidos. A exemplo do herói inglês da floresta de Sherwood, o animal malaco rouba dos ricos para alimentar... sua família. O seu maior inimigo é Ysengrin, um terrível lobo que procura a todo o custo prender Renart para sempre, o que não é uma tarefa das mais fáceis devido à astúcia da raposa. Certa noite, ao fugir das garas do malvado, ele depara, acidentalmente, com um mapa. E a aventura começa.

Sabendo que o tal mapa irá levá-lo até um tesouro de incalculável valor, ele parte, na companhla do seu inseparável amigo Rufus - um rato nervoso e comilão -, na esperança de realizarem seus sonhos de riqueza. No caminho, eles são caçados pela trupe de Ysengrin e por um monstro que guarda a caverna do tesouro.

Em meio a cenários que parecem ter saído de um pintura à aquarela, o herói se envolve em muitas confusões e aventuras, que começam quando ele encontra um antigo mapa de um lendário tesouro. A animação do diretor Thierry Schiel (do desenho Tristão e Isolda) foi baseada na fábula medieval francesa Le Roman de Renart, que também serviu de inspiração para o romancista português Aquilino Gomes Ribeiro escrever seu O Romance da Raposa, em 1959.

Exibição: dia 27, sábado, 14h30, Telecine Premium

Indicação: a partir dos 5 anos
(shirley paradizo)

Estréia: Bob Esponja – O Filme

O personagem mais carismático e querido surgido nos desenhos dos últimos anos ganhou, em 2004, uma versão cinematográfica à altura de seu sucesso na TV. Bob Esponja - O Filme é irreverente e divertido o bastante para as crianças e esperto e espirituoso a ponto de se tornar cult entre adultos. Criado por Stephen Hillenburg, um ex-biólogo marinho cheio de idéias, o animado foge dos padrões da maioria das produções protagonizadas por seres marinhos.

Aqui, o personagem principal é uma esponja amarela de otimismo e ingenuidade inabaláveis, que tem como melhor amigo uma estrela-do-mar cor-de-rosa chamada Patrick. Eles vivem no fundo do mar, em um uma cidade batizada de Fenda do Bikini. Ao lado das mais estranhas e simpáticas criaturas, a dupla vive aventuras que extrapolam o absurdo. E essa é a graça do desenho.

Mas Bob Esponja e Patrick estão cansados de serem tratados como crianças, decidem provar que cresceram e entrar em uma perigosa jornada para salvar a pele do Sirigueijo, o dono da lanchonete onde Bob trabalha. Tudo começa quando o malvado Plankton, o maior concorrente da rede Siri Cascudo, rouba a coroa do Rei Netuno e culpa o coitado do Sirigueijo como parte de um grande plano pela conquista da receita secreta de um sanduíche!

Para se vingar, o soberano congela o siri e vai executá-lo. Porém, Bob Esponja e Patrick fazem de tudo para recuperar a coroa desaparecida e, assim, evitar o pior. Em um carro em forma de sanduíche, a dupla vai em busca do valioso objetivo. Para isso, eles enfrentam diversos desafios subaquáticos, como peixes enormes perigosos ou um bar barra pesada, além de um cowboy matador de aluguel. Enquanto isso, Plankton continua com seu plano para dominar a Fenda do Bikini.

O filme abre e fecha com um bando de piratas malucos em carne-e-osso, que vai ao cinema para assistir a mais nova aventura de Bob. Outra participação real na trama - e para lá de hilária - é a do galã canastrão David Hasselhoff, da série S.O.S. Malibu. No elenco de vozes originais, a presença, entre outros, dos atores Alec Baldwin (de A Fuga) e Scarlett Johansson (de Encontros e Desencontros).

Exibição: dia 27, sábado, 19h30, Nickelodeon

Indicação: a partir dos 5 anos

(shirley paradizo)

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Direto em DVD

Se você esperava assistir na tela grande a continuação de O Bicho Vai Pegar, pode esquecer. O animado está realmente sendo preparado pela Sony Animation, mas será lançado direto em DVD. Dessa vez, a história será centrada em um personagem secundário do original, Mr. Weenie, aquele cachorrinho domesticado que no primeiro filme fugiu dos seus donos para se juntar à rebelião dos animais na floresta.

De acordo com o novo site oficial, o desenho contará com vozes de Jane Krakowski, Mike Epps e Billy Connolly e será lançado em 27 de janeiro de 2009. O endereço traz ainda sinopse e a um teaser trailer.

(shirley paradizo)

100% nacional

A Start Anima, produtora do longa de animação O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes, liberou as primeiras imagens do filme. Dirigido por Walbercy e Rafael Ribas, o animado traz uma nova história do inspirado grilo azul que já havia encantado as famílias no primeiro longa. Agora, Grilo Feliz sonha em gravar um CD, o mesmo desejo de um divertido grupo de rap formado por sapos. Porém, eles ambos deparam com a vilã Trambika, que pirateia suas músicas e acaba por unir sapos e insetos em uma inesperada aventura.

O longa está previsto para estrear no Brasil em janeiro de 2009. Confira as imagens abaixo e o trailer aqui.


(shirley paradizo)

Seu filho vê: Yin Yang Yo!

Apesar de ter sido lançada há apenas dois anos no Brasil, Yin Yang Yo! (que este mês ganha novos episódios) conquistou seu espaço nas rodinhas de bate-papos da garotada. E com razão. O desenho segue a mesma fórmula de sucesso de Os Padrinhos Mágicos – e não por acaso, já que foi criado pelos produtores deste, Bob Boyle e Steve Marmel (de Johnny Bravo). As semelhanças são muitas, desde o estilo gráfico até as tramas recheadas de aventura e humor inocente.

Os personagens e a ambientação, porém, são bem diferentes. Yin e Yang são coelhos gêmeos que vivem em um universo mágico e, quando não estão brigando entre si, defendem o mundo das forças do mal. Para impedir que as mais estranhas criaturas - como o asqueroso mago Carl, uma barata gigante - levem a cabo seus planos malignos, eles aprendem a mítica arte marcial Woo Foo com o Mestre Yo, um panda velho, sábio e muito mal-humorado.

Woo Foo é uma força extraordinária de energia que pode ser utilizada para a Magia ou para o Poder e somente um grupo seleto de guerreiros conseguem controlá-la. E, pela primeira vez, dois irmãos foram designados para essa missão.

A cada capítulo, o animado traz uma lição de moral e referências a histórias bem conhecidas do público infantil. Em um dos episódios, por exemplo, uma fada aconselha Yin e Yang a não contarem mentiras, senão sofrerão as conseqüências de seus atos. Uma clara alusão ao clássico da Walt Disney Pinóquio, no qual o Grilo Falante dá o mesmo conselho ao boneco de madeira. Essa revisita aos desenhos antigos que também fizeram parte da infância dos adultos é um incentivo a mais para os pais acompanhem as aventuras dos coelhinhos ao lado dos filhos. Por essas e outras, Yin Yang Yo! agrada todas as idades.

Exibição: segunda a sexta, 20h30; com reprises de segunda a sexta, 13h, Jetix

Indicação: a partir dos 7 anos

(shirley paradizo)

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Johnny Deep em novo animado

O astro e o diretor a trilogia Piratas do Caribe vão unir suas foraças novamente, mas agora na produção de um longa animado. Johnny Depp (que dublou personagem Victor, em A Noiva-Cadáver) e Gore Verbinski embarcam juntos em Rango, animação que será distribuida e financiada pela Paramount. Deep irá fazer a voz do personagem principal, um animal de estimação que encara uma aventura para descobrir quem ele é de verdade.

Baseado em uma idéia do diretor, o roteiro leva a assinatura de John Logan (de O Aviador) e será produzido pela produtora Blind Wink (de propriedade do próprio Verbinski) sob a responsabilidade da Idustrial Light & Magic, de George Lucas. Segundo Verbinski, as técnicas de animação do filme serão de ponta e irão capturar todos os apectos da atuação de Johnny Depp, “usando-a para impulsionar o personagem computadorizado em um modo não visto antes”.

A previsão de estréia de Rango está prevista para março de 2011.

(shirley paradizo)

Mais um curta Disney

Em breve, será possível conferir o mais novo curta de animação dos estúdios Disney, Glago's Guest, que está previsto para acontecer nas sessões de cinema de Bolt. Dirigido por Chris Williams, o mesmo diretor de Bolt, o curta conta a história de um soldado russo solitário que vive sozinho em uma cabana, de guarda em um posto remoto da Sibéria. Certo dia, enquanto fazia seus tarefas de rotina, ele recebe a visita de uma estranha nave espacial, que chega à Terra com um propósito de salvar a vida do solitáriosoldado.

Com quase 7 minutos, Glago's Guest foi exibido no Festival de Annecy e também no Anima Mundi 2008 (que aconteceu nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro). O curta chega nos cinemas americanos a partir do dia 21 de novembro. No Brasil, ainda não há uma confirmação se o curta irá acompanhar o animado Bolt. Confira o trailer do desenho abaixo.


(shirley paradizo)

Ponyo no Festival do Rio

Começa amanhã, dia 25, a edição de 2008 do Festival do Rio, um dos maiores festivais de cinema da América Latina. Cinéfilos de plantão esperam com ansiedade o evento anual que apresenta uma seleção de filmes bastante eclética, para todos os gostos, que dificilmente entram no circuito comerical ou mesmo são lançados em DVD. A disputa é tão acirrada que a pessoas têm passado mais três na fila à espera da abertura da bilheteria para adquirir seu ingresso.

E a edição deste ano vai contar com dois longas animados japoneses. O primeiro é 5 Centímetros por Segundo (Byousoku 5cm), de autoria de Makoto Shinkai (o mesmo criador de Hoshi no Koe). O animado é formado por três histórias que se interligam e giram em torno de dois amigos que acabam se separando, mas que continuam se comunicando por meio de cartas. O tempo e a distância são os maiores percalços desse relacionamento.

Já o outro desenho a ser exibido é último filme do mestre Haiyo Miyazaki (de A Viagem de Chihiro) Ponyo on the Cliff by the Sea, adquirido pela Playarte e que deve ser lançado comercialmente apenas em junho de 2009. Nele, um garoto de 5 anos chamado Susuke que vive com os pais à beira mar e encontra uma peixinha dourada na praia. Ponyo (na verdade, seu nome original é Brunhilde, referência a O Anel dos Nibelungos, de Richard Wagner) fugiu de casa e chamou a atenção do menino, que a adota. A peixinha se transforma em uma menina para ficar para sempre ao lado de seu Susuke. Juntos eles vivem uma aventura cheia de magia e amizade.

O Festival do Rio acontece de 25 de setembro a 9 de outubro e a programação, que conta com 350 filmes do mundo todo, já está disponível no site do evento. O animado de Miyazaki faz parte da seleção do Tributo ao Centenário da Imigração Japanesa e o de Shinkai está na Mostra Geração.

Vendas de ingressos
Rua Voluntários da Pátria, 35, Botafogo, das 10h às 22h, ou pela internet em www.ingresso.com.br (20% dos ingressos de cada sessão são guardados para serem vendidos na bilheteria do cinema no dia da exibição)

(shirley paradizo)

Criança & TV: Uma relação conflituosa

Sempre é possível dizer algo de negativo sobre a televisão, principalmente sobre a qualidade. Novos estudos, entretanto, criticam o meio de comunicação devido aos seus efeitos sobre as crianças.

Controle (dos pais) remoto?
No relatório Remotely Controlled , publicado em outubro de 2005, o psicólogo Aric Sigman diz que pessoas de todas as idades deveriam diminuir o tempo na frente da TV, principalmente as crianças. O relatório aponta que a média de horas dedicadas à televisão é de quatro horas por dia na Inglaterra. Já as crianças passam cerca de sete horas e meia assistindo à TV ou interagindo com o computador, um aumento de 40% em dez anos.

Esse crescimento causa problemas na educação escolar: “Os professores estão sob a pressão de chamar a atenção dos alunos por causa da exposição deles às imagens rápidas das telas. Eles estão enfrentando uma geração que encontra dificuldades em prestar atenção e, conseqüentemente, em aprender. Além disso, apresentam muito pouco autocontrole e comportamento anti-social”, afirmou o pesquisador Aric Sigman.

TV no quarto
Outros dois estudos trataram do mesmo tema: crianças e televisão. Um deles, publicado em julho de 2005 pelo Archives of Pediatrics and Adolescent Medicine, concluiu que os pais devem ter bastante cuidado ao expor crianças em idade pré-escolar à TV e recomenda o melhor seria não permitir aos filhos possuir uma TV no quarto. O segundo estudo, publicado pela Stanford University and Johns Hopkins Researchers, analisou os resultados escolares de 350 crianças que têm TV no quarto.

Os resultados mostraram que as crianças com TV no quarto obtiveram de sete a nove pontos abaixo dos seus colegas que não tinham o aparelho disponível só para si. Os testes abarcaram os temas matemática, artes e leitura.

Conclusão
Os três estudos trazem uma mensagem clara: a TV pode ser o que ele é, ou seja, um entretenimento. Entretanto, quando começa a invadir a vida familiar de tal forma que se torna o único meio de diversão, pode ser um problema. Afinal, se entre brincar com os amigos ou estar com os familiares, a televisão é mais interessante, ou há um problema com os amigos e familiares ou com a criança.

* Texto publicado originalmente no Portal da Família

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Animação tupiniquim!

Demorou, mas finalmente a animação nacionalíssima O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes vai aterrissar nas salas de cinemas. O PSA do desenho dirigido por Walbercy e Rafael Ribas já está em cartaz e agora a contagem regressiva para a estréia começou. O PSA tem poucos segundos e solicita ao público que seus celulares sejam desligados, ajudando a antecipar a divulgação do filme. Por curiosidade, esse é o primeiro PSA de um longa de animação brasileiro.

Realizado com a mesma tecnologia de A Era do Gelo, o animado é sobre um grilo que sonha em gravar um CD para montar uma escola de música para crianças. O sapo Netão, líder de uma grupo de RAP também quer gravar seu e sair do sufoco da favela. Porém, eles não contavam com o vilão Verdugo, que pirateia os discos da dupla e destrói seus sonhos. Assim, sapos e insetos tem de se unir para vencerem o mal.

O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes tem lançamento previsto para janeiro de 2009. Confira o trailer e o PSA do desenho. Mais informações no
site oficial da produção.





(shirley paradizo)

O mascote da Copa

A Fifa disponibilizou em seu site a versão cartoon do leopardo Zakumi, o mascote oficial da Copa do Mundo de 2010. O bichinho foi desenhado e produzido no país anfitrião e recebe o nome composto por ZA, de África do Sul (na língua local), e kumi, que significa o numeral dez em vários idiomas africanos. Zakumi foi definido pelo secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, como uma representação do "povo, geografia e espírito sul-africanos".

(shirley paradizo)

Harry Potter só no ano que vem!

E por falar em Harry Potter - e por que não, já que o filme contém um bocado de "animação" e altas doses de fantasia... novas imagens do sexto filme protagonizado pelo bruxo mais famoso do planeta estão circulando na rede.
Previsto para estrear no Brasil em julho de 2009, Harry Potter e o Enigma do Príncipe é mais uma adaptação cinematográfica da série de livros escritos por J.K. Rowling. As fotos mostram cenas do longa e uma imagem de bastidor, na qual o diretor David Yates orienta os atores Daniel Radcliffe (que interpreta Potter) e Bonnie Wright (a Gina Weasley).

Em seu sexto ano em Hogwarts, Harry sente a pressão para derrotar Voldemort (Ralph Fiennes) cada vez mais forte. O Lorde das Trevas está tocando o terror e a destruição por toda a Inglaterra. Usando um antigo livro de poções que pertenceu ao Príncipe Mestiço, o jovem bruxo aprofunda seus conhecimentos de magia e se prepara para a batalha que se aproxima.
Sim, a escola de magia não é mais um local seguro e tudo indica que o perigo está mais próximo do que todos imaginam. Enquanto isso, o diretor Alvo Dumbledore (Michael Gambon) terá que preparar seu pupilo para a luta final com poderoso vilão. Confira as imagens abaixo.

(shirley paradizo)

Igor chega aos cinemas americanos

E a animação Igor estreou nos cinemas americanos, em 2.300 salas na sexta, dia 19. Produzida pela Exodus Film Group, a produção parece não ter agradado o público. O animado arrecadou míseros U$ 8 milhões em seu finala de semana de lançamento. Apesar de não ser uma bilheteria das melhores, o longa ficou na quarta posição do ranking americano em um fraquíssimo final de semana. Ainda assim, o prejuízo não deve ser tão grande, já que o animado custou apenas estimados $30 milhões para ser produzido.

Já os críticos também não aprovaram a animação, afirmando que "o estilo de animação que imita Tim Burton e uma série de referências culturais não são claras o bastante para atingir o público”.

Dirigido por Anthony Leondis (ex-artista da Disney) e escrito por Chirs McKenna, o animado conta a história do assistente corcunda de um cientista maluco chamado Igor (voz de John Cusack) que sonha em se tornar um inventor famoso.

O animado ainda não tem estréia confirmada no Brasil. Leia mais aqui.

(shirley paradizo)

No mundo de Harry Potter

Quando J.K. Rowling sugeriu que Relíquias da Morte seria sua última viagem para Hogwarts, muitos fãs ficaram decepcionados. Outros acharam que ela estava mesmo era "fazendo charminho" e que dificilmente iria abandonar uma série literária de tamanho sucesso - o bruxinho e companhia renderam à escritora um patrimônio avaliado hoje em 1 bilhão de dólares, tornando-a uma das personalidades mais ricas da Inglaterra. Pois bem, o universo de Harry Potter não morreu e retorna no dia 4 de dezembro com Os Contos de Beedle, o Bardo, em um lançamento mundial, incluindo no Brasil.

Se você acha que já viu esse nome antes, não está enganado. O livro foi aquele que Hermione ganhou de presente de Dumbledore em Relíquias da Morte, com várias histórias infantis do mundo dos bruxos. Com introdução, notas e comentários de Alvo Dumbledore, Os Contos de Beedle promete revelar um pouco mais da personalidade fascinante do professor, além de trazer de volta nomes conhecidos dos fãs de Potter e histórias curiosas sobre o passado da famosa escola da magia.

Vale destacar que esses cinco contos ilustrados pela própria autora tiveram, em 2007, uma tiragem limitada e artesanal de apenas sete exemplares que foram leiloados, que foram leiloados em prol da instituição de caridade mantida por Rowling e arrematado por US$ 4 milhões pela Amazon.

(shirley paradizo)

* Texto publicado originalmente no site da revista Monet

Estante: Os Cavaleiros do Zodíaco - Hades: A Saga dos Elíseos (Vol. 1)

Sant Seiya - The Hades Chapter Elysion (Japão, 2008) · 48 minutos, aproximadamente · Dirigido por Tomoharu Katsumata · Estúdio: Toei Animation · Elenco vozes (versão brasileira): Hermes Barolli, Élcio Sodré, Francisco Bretas, Ulisses Bezerra, Leonardo Camilo, Letícia Quinto

E, finalmente, já está à venda em todo o país o primeiro volume de Os Cavaleiros do Zodíaco - Hades: A Saga dos Eliseos (Playarte, R$ 39,90). DVD traz os dois primeiros capítulos da parte final da luta contra Hades, que acontoce depois do sacrifício final dos 12 Cavaleiros de Ouro para destruir o Muro das Lamentações e abrir a passagem para os Campos Elíseos. Os cinco Cavaleiros de Bronze entram, então, neste reino inexplorado em busca de Hades, senhor das trevas, para ajudar a deusa Atena em sua batalha final pelo destino da Terra.

Seiya de Pégaso, Shiryu de Dragão, Hyoga de Cisne, Shun de Andrômeda e Ikki de Fênix tem pela frente o maior desafio de suas vidas. E, mesmo trajando as sagradas armaduras douradas, talvez nem mesmo seus cosmos queimando no limite façam frente perante os deuses gêmeos Hypnos e Thanatos. Muitas surpresas aguardam nossos heróis (e todos os fãs) no esperadíssimo pré-encerramento da Saga de Hades - que será finalizado no segundo volume da saga previsto para ser lançado em 15 de outubro.

Os Cavaleiros do Zodíaco é inspirado em mangá homônimo criado por Masami Kurumada e acompanmha a jornada de cinco jovens guerreiros guiados pelas constelações que têm como missão proteger Saori Kido, a reencarnação da deusa e lutar contra as forças do mal. O animado fez um enorme sucesso na década de 1990 no mundo todo, gerando filmes para o cinema e um série de brinquedos. Também foi o responsável pelo retorno do "anime-mania", abrindo as portas para a entrada no mercado mundial de produções do gênero, Saillor Moon, Shurato, Pokémon, Dragon Ball e tantas outras.

(shirley paradizo)

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Versão de Tintin ameaçada

Os fãs que aguardavam ansiosamente a versão em live-action do aventureiro criado pelo cartunista Hergé, uma má notícia. Segundo o site G1, a DreamWorks desistiu do projeto, pelo menos até que uma alma boa resolva colocar a mão no bolso para ajudar a dupla Steven Spielberg e Peter a levar Tintin para os cinemas! Aqui vai o texto:

O estúdio americano Universal, que produziria a adaptação de As Aventuras de Tintin com direção de Steven Spielberg e Peter Jackson, recuou, diante do custo do projeto. Agora, a dupla procura um novo sócio, informou o jornal Los Angeles Times, na sexta, dia 19. De acordo com o jornal, Spielberg e Jackson apresentaram para a Universal um orçamento de US$ 130 milhões para o filme de animação adaptado dos quadrinhos do belga Hergé e o estúdio se negou a aprovar o projeto. A filmagem, prevista para começar em outubro, foi suspensa, a menos que Spielberg e Jackson consigam outra fonte financiadora, acrescentou o jornal.

O novo Tintin - Thomas Sangster: se você nunca ouviu este nome, é bom ir se acostumando. Thomas, de 17 anos, é o garoto escolhido por Steven Spielberg para encarnar o personagem Tintin na adaptação dos quadrinhos, que o diretor pretende lançar em parceria com Peter Jackson. A nova franquia promete render ao ator adolescente uma trajetória similar à de Daniel Radcliffe, de Harry Potter, ou de Elijah Wood, de O Senhor dos Anéis. Os dois cineastas planejam levar o personagem das clássicas HQs de Hergé para as telas em três filmes, dirigidos pela dupla e por um terceiro nome a ser escolhido. Para Sangster, é a garantia de fama mundial e de sua imagem em evidência por pelo menos três anos.

(shirley paradizo)

* Texto publicado originalmente no site G1

Tartarugas ninjas atacam novamente

As Tarturugas Ninjas vão comemorar seu aniversário de 25 anos em grande estilo. Donatello, Leonardo, Raphael e Michelangelo ganham uma nova série animada no ano que vem, produzida pelo canal americano 4Kids. TMNT: Back to the Sewer terá 13 episódios de 30 minutos de duração cada e vai trazer de volta ao presente os personagens criados por Kevin Eastman e Peter Laird - na série anterior a essa, Fast Forward, as Tartarugas foram enviadas ao futuro, no ano de 2015.

Entretanto, os quelênios retornam um ano depois da data de sua partida original. Muita coisa mudou em ausência e novos personagens dão as caras, inclusive o misterioso Cyber Destruidor. O canal 4Kids criou um blog da produção, no qual apresenta vários personagens dessa nova temporada.

As Tartarugas Ninja surgiram nos HQs em 1984. Donatello, Leonardo, Raphael e Michelangelo foram criados e treinados pelo mestre Splinter, um rato mutante, para se tornarem grandes guerreiros. Eles sofreram a mutação após um acidente com uma substância radioativa misteriosa, conhecida como Ooze. Seu principal inimigo é Oruko Saki, o Destruidor. As primeiras aventuras do grupo foram lançadas no Brasil pela Devir, em uma edição encadernada.

O sucesso, porém, só veio com a série animada, criada em 1987 e produzida até 1996. Em 2003, elas ganharam uma nova animação, dessa vez em 3D, mais parecida com os quadrinhos originais - que traziam histórias mais violentas e um clima sombrio. O quarteto também estrelou jogos de videogames e produções cinematográficas, em três filmes com atores reais.

(shirley paradizo)

Literatura: The 39 Clues - The Maze of Bones

Desde o fim da saga Harry Potter, a editora Scholastic vem testando diversas obras para substituir - em gênero e, principalmente, em números - o bruxinho criado por J.K. Rowling. E eis que surge a nova aposta da empresa: a série multimídia The 39 Clues (As 39 Pistas, em tradução livre), ainda sem previsão de lançamento no Brasil. E parece que o tiro foi certeiro.

O primeiro dos 10 livros da série, The Maze of Bones (algo como O Labirinto de Ossos), nem bem chegou às livrarias, e já teve seus direitos cinematográficos adquiridos pela DreamWorks, de Steven Spielberg, que irá dirigir a versão para o cinema.

A história envolve dois irmãos, Dan, de 11 anos, e Amy Cahill, de 14, são convocados para a leitura do testamento da avó. A matrona lhes propõe uma herança de U$ 1 milhão ou seguir as tais das 39 pistas os mistérios de sua poderosa família (Abraham Lincoln, Benjamin Franklin e Mozart seriam parte dos Cahill). Para descobrir esse segredo, escondido em alguma parte do mundo, os irmãos partem em busca das 39 pistas, assim como seus parentes, que se separam em grupos.

Apesar de não contar com seres fantásticos, bruxos, varinhas ou vassouras voadoras, o livro conta com outro tipo de mágia: uma trama recheada de suspense, traições e aventuras. Sem falar que a série traz algo para lá de inovador no mercado literário. Ao contrário de Harry Potter, escrito unicamente por Rowling, os livros de The 39 Clues são obra de vários autores, sendo o primeiro assinado por Rick Riordan, que também ajudou a formatar o arco de dez livros.

Além dessa característica "coletiva", a série ainda conta com uma coleção de mais de 350 cartas com pistas, para os leitores tentarem descobrirem o segredo por conta própria e um sofisticado website, com jogos, blog e vídeos. E os leitores que participarem da corrida para desvendar o segredo concorrem a prêmios em dinheiro. Enquanto The Maze of Bones não chega por aqui, você pode encomendar a obra (em inglês) em sites de venda online como Amazon.com e em livrarias como Cultura ou Saraiva. Confira outros livros da série.


The 39 Clues: One False Note - o segundo volume da saga leva assinatura do não menos brilhante Gordon Korman (de O Filho da Máfia e da série Desafio). Amy e Dan Cahill continuam sua jornada para decifrar as pistas do grande segredo deixado pela sua avó. Agora eles estão mais perto de desvendar outros enigmas. Um ou dois podem ser adivinhados rapidamente, mas existem outros que são realmente uma surpresa. Mais segredos da família Cahill são desvendados. Só que essa empreitada não vai ser nada fácil para os dois irmão. A dupla acaba como suspeitos da polícia durante uma batida no hotel onde estão hospedados e, acredite, são perseguidos por uma multidão enfurecida!

(shirley paradizo)

Estréia: Will & Dewitt

Toda criança sabe que crescer não é uma tarefa fácil, mas, com a ajuda de um amigo fiel, superar os mais complicados obstáculos pode ser até divertido. A cada episódio de Will & Dewitt, um garoto de 6 anos precisa encarar desafios assustadores comuns à sua idade, como amarrar os sapatos, dormir sozinho, ser paciente e até escrever novas frases. Sempre que se propõe a fazer algo, Will toma como modelo o seu irmão mais velho, com o desejo de ser tão bom ou melhor que ele, o que pode tornar tudo um pouco mais complicado.

Por isso, muitas vezes, Will tem vontade de desistir de aprender, mas seu companheiro inseparável, um sapo capaz de se transformar de diferentes maneiras, está sempre pronto para apoiá-lo a explorar as novidades sem medo.

O sapo falante Dewitt vive no quintal dos fundos da casa de Will junto com outras criaturas divertidas. Neste universo mágico, não valem as regras do mundo exterior e a imaginação tem caminho livre. É um lugar onde todos se ajudam mutuamente, e não há espaço para os julgamentos. Ali Will pode jogar futebol ou empinar uma pipa sem medo de cometer erros.

Além da trama recheada de lições para o dia-a-dia da garotada, a série inclui canções relacionadas ao tema de cada episódio, com importantes mensagens de superação pessoal, destacando a importância da amizade e de enfrentar os desafios sem medo de fracassar.

Exibição: dia 22, segunda a sexta, 19h, Discovery Kids

Indicação: a partir dos 3 anos

(shirley paradizo)

Estréia: G.I. Joe: Sigma 6

A partir de hoje, o canal Jetix estréia G.I. Joe: Sigma 6, a versão japonesa para Comandos em Ação. Conhecido no Brasil pela sua curta passagem relâmpago na Rede Globo (apenas dois episódios entraram no ar), o animê produzido pelo estúdio Gonzo tem 26 episódios que foram exibidos em 2005 no Japão.

G.I. Joe é um grupo de operações com capacidades especializadas, cujo número do código é Sigma 6. Eles lutam contra Cobra, uma organização criminal. O objetivo da Cobra é tomar o controle do mundo para destruí-lo completamente. Os Sigma 6 utilizam armas sofisticadas desenvolvidas exclusivamente para cada uma de suas missões, lutam contra Cobra a todo o momento e proporcionam uma solução rápida, apesar das situações críticas que em que sempre se encontram.

Exibição: dia 22, segunda a quinta, 15h; com reprises de segunda a sexta, 20h, Jetix

Indicação: a partir dos 9 anos

(shirley paradizo)

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Estréia: Ultraman Moebius & Ultraman Brothers

Essa é imperdível para os fãs do heróis japonês da década de 1960. O canal Cinemax exibe pela primeira vez no Brasil o longa-metragem Ultraman Moebius & Ultraman Brothers, produção de 2006 que reuniu sete heróis da franquia Ultraman. O filme é centrado no jovem Ultraman Moebius, que vem à Terra e assume a identidade humana de Mirai Hibino, membro da equipe de agentes especiais Crew GUYS.

Mirai veio atrás de seus antigos heróis, o Ultraman original, Ultra Seven, Ultraman Jack e Ultraman Ace, que desapareceram há 20 anos após enfrentar um monstro chamado U-Killer Saurus, controlado por Yapool, velho inimigo de Ace. O que ele descobre é que os lendários heróis, após vencerem o monstro, conseguiram somente aprisioná-lo no fundo do mar. Com pouca energia devido à manobra que selou a criatura em uma prisão energética, os quatro veteranos passam a viver em Kobe para vigiar de perto a prisão do monstro.

Planejando reviver o U-Killer Saurus para utilizar seu poder, chegam ao nosso planeta quatro invasores: Gutts (cuja raça derrotou Ultra Seven no passado), Zarabu (mestre dos disfarces e antigo rival do Ultraman), Knuckle (de Poderosos do Espaço, que derrotaram Ultraman Jack) e Templar (velho inimigo dos Ultra Brothers). A vinda dos inimigos mortais aliado à derrota de Moebius faz os velhos heróis se transformarem e entrarem em ação como antigamente. Durante a batalha, mais dois Ultras vêm do espaço para ajudar, Zoffy e Ultraman Taro.

Ágil, divertido e impagável, o filme deve agradar em especial os fãs da franquia pela quantidade de referências ao passado. A direção é de Kazuya Konaka e o elenco tem ainda Susumu Kurobe (Hayata), Koji Moritsugu (Dan Moroboshi), Jiro Dan (Hideki Goh), Keiji Tamamine (Seiji Hokuto) e Aiko Ito (Aya Jinguuji).

Lembrando que no dia 21, o mesmo em que será exibido Ultraman Moebius & Ultraman Brothers, estréia no Japão o longa Dai Kessen! Ultra 8 Kyodai, obra com oito Ultras que encabeçaram séries próprias. Ainda não há informação se a produção irá aterrissar em terras brasileiras.

Exibição: dia 21, domingo, 6h30, Cinemax; e 10h, Cinemax 2, com som original e legendas em português

Indicação: a partir dos 12 anos

(shirley paradizo)

Os alquimistas em nova animação

Uma nova série de Fullmetal Alchemist está sendo produzida. A confirmação foi feita em um anúncio na edição de número 20 do mangá homônimo no qual o desenho foi inspirado. Ainda não foram divulgados maiores detalhes sobre o novo animê nem sobre o estúdio que irá realizá-lo. Mas algum tempo atrás, Masahiko Minami, presidente do estúdio Bones, produtor da primeira série, já havia falado que estavam interessados em produzir uma continuação do desenho.

Com 51 episódios no total, Fullmetal foi inspirado em mangá de Hiromu Arakawa, publicado na revista mensal japonesa Shonen Gangan, desde janeiro de 2001. A trama se passa em um mundo fictício, baseado na Europa da Revolução Industrial, onde a alquimia é uma ciência mais relevante e avançada do que a tecnologia. Os protagonistas são dois jovens alquimistas, o "baixinho" Edward Elric e seu irmão mais novo, Alphonse Elric, que entram em uma louca e perigosa jornada em busca da lendária Pedra Filosofal.

Sua missão é recuperar as partes do corpo que perderam quando tentaram ressuscitar sua mãe. Ed perdeu um braço e uma perna, que foram substituídos por membros mecânicos. Já Elric ficou apenas com sua alma e é obrigado a viver trancafiado dentro de uma armadura.

Mesclando humor, drama e suspense e com trama para lá de complexa, Fullmetal se tornou um dos animês mais cultuados da atualidade. Atualmente, é exibido no canla Animax, de segunda a sexta, 18h.

(shirley paradizo)

Da minha coleção...

Dirigido pelo bósnio Dušan Vukotić e com roteiro de Rudolf Sremec, Sugorat (O Substituto) conquistou diversos prêmios e foi o primeiro filme estrangeiro a ganhar um Oscar, na categoria Melhor Curta de Animação, em 1963. O desenho tem uma história simples, sobre um homem que vai à praia e usa infláveis sempre que precisa de algo para seu conforto ou para sua diversão, como bola e cadeiras.

(shirley paradizo)

Em cartaz: Robôs

Depois de explorar o passado em A Era do Gelo, Chris Wedge e o brasileiro Carlos Saldanha retornam para uma aventura futurista em Robôs (2005). Rodney Lataria está cansado de viver no subúrbio de Robópolis. Ele sonha em se tornar um grande inventor como seu ídolo, o Grande Soldador, um empresário famoso no ramos de reposição de peças para os habitantes da cidade.

Mas, quando ele chega à metrópole, ele depara com uma enorme crise provocada pela ganância do perverso Dom Aço e vê seu sonho de trabalhar nas empresas Grande Soldador desabarem sobre sua cabeça.

Apesar não ter uma história das mais originais, Robôs tem boas sacadas de humor, cenários bacanas caracterizados por um ar retro-futurista e personagens memoráveis (difícil esquecer o poposão da espalhafatosa Tia Turbina e o jeito excêntrico de Manivela), além de fazer deliciosas homenagens a musicais e a ícones da música pop. Em uma certa seqüência, Manivela parodia a famosa cena de Dançando na Chuva e dá um show de "saculejo" ao ritmo do hit Baby One More Time, de Britney Spears. Vale conferir!

Exibição: dia 19, sexta, 22h, Fox

(shirley paradizo)

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Michael Eisner em novo projeto

Após renunciar ao cargo de presidente da Disney em 2005, no qual por 20 anos comandou a casa do Mickey, Michael Eisner se dedicou a novas aventuras, incluindo a criação da Tornante Animation e uma série animada. E agora a Nickelodeon comprou os direitos do animado para até 20 episódios.

Trata-se de uma série em stop-motion sobre um dentista que deseja mudar a rotina e decide pôr o pé na estrada. Segundo o jornal LA Times, a idéia envolvia um cão igual ao do colega executivo Tom Staggs (o chefe financeiro da Disney). Mas o projeto, que ainda não tem nome, evoluiu para o dentista e sua família. Vamos aguardar!

(shirley paradizo)

Keaton no elenco de Toy Story 3

Foi divulgado recentemente que o ator Michael Keaton (que já dublou outros personagens animados, como o traiçoeiro Chicks Hicks, de Carros) fará a voz do boneco Ken em Toy Story 3. A informação foi divulgada pela atriz Jodi Benson, que voltará como a voz da boneca Barbie no novo animado. Vale lembrar que Benson também é a voz de Ariel, a pequena sereia. Além dela, também voltarão na nova continuação Tim Allen, Tom Hanks, Estelle Harris, Joan Cusack, Wallace Shawn, Don Rickles e John Ratzenberger.

A animação está prevista para estrear apenas em 18 de junho de 2010 e será em 3D. De acordo com o jornal The New York Times, o filme é sobre o destino dos brinquedos depois que Andy vai para a faculdade. Como uma espécie de prévia para o lançamento, a Disney vai começar a trazer às salas escuras os dois primeiros longa-metragens da franquia, também em formato digital, com Toy Story 1 agendado para 30 de outubro de 2009, aqui nos cinemas do Brasil.

(shirley paradizo)