domingo, 4 de janeiro de 2009

Desenho israelense em alta

O National Society of Film Critics, associação que reúne 49 críticos especializados norte-americanos, escolheu os destaques de 2008. Profissionais de publicações como New Yorker, Time, Newsweek e Village Voice estão entre os membros do NSFC, que está em seu 43a. edição. E no ano passado a animação escrita e dirigida por Ari Folman, Valsa com Bashir, foi escolhida como o Melhor Filme.

Nele, o cineasta de 45 anos, que integrou as tropas israelenses que invadiram o Líbano há 26 anos, empreende uma jornada para relembrar quando a milícia cristã abriu fogo em campos de concentrações palestinos. A partir de uma série de entrevistas com soldados israelenses feitas pelo próprio Folman, o diretor resgata pequenas memórias dos conflitos armados em solo libanês, compondo um mosaico de horrores. Valsa com Bashir, previsto para estrear no Brasil no dia 9 de abril, foi realizado a partir de uma fusão de diversas técnicas de animação em 2D e 3D. Todas as entrevistas, gravadas em vídeo, foram desenhadas no computador, reproduzindo virtualmente traços dos entrevistados. Confrira todos os ganhadores do prêmio:

Melhor Filme: Valsa Com Bashir

Melhor Diretor: Mike Leigh (de Simplesmente Feliz)

Melhor Ator: Sean Penn (de Milk - A Voz da Igualdade)

Melhor Atriz: Sally Hawkins (de Simplesmente Feliz)

Melhor Ator Coadjuvante: Eddie Marsan (de Simplesmente Feliz)

Melhor Atriz Coadjuvante: Hanna Schygulla (de Do Outro Lado)

Melhor Roteiro: Simplesmente Feliz

Melhor Fotografia: Slumdog Millionaire

Melhor Documentário: Man On Wire

(shirley paradizo)

Um comentário:

JOICE WORM disse...

Apesar de não gostar do tema, não há dúvidas que uma animação feita a este nível, seja de grande valor. Mais uma boa dica Shirley!